Friday, December 28, 2007

Arriscar é: deixar doer

Nesta quadra do Natal
em muitos de nós instala-se uma nostalgia pelo que já não é,
e uma dor pelos que já não estão.
Serão estes estados de espírito só negativos?
Afinal só temos saudades do bom e do belo.
Podemos ir mais além.
Além do lamento pode estar a celebração do que já foi e ainda é.
Sim, ainda é, senão já não doía.
Celebremos as dores que são em si
um sinal de que a vida contou,
porque amamos muito.

Arriscar é: nutrir-se

Hoje fala-se em toxicidade dos alimentos e das pessoas com quem nos relacionamos.  Na verdade, é que é fraca a qualidade da alimentação mas...