Tuesday, September 25, 2007

Arriscar é: voltar

É Setembro!
e as caducas amortalham o verão.
Os mares vestem de sargaço os areais.
Aos ouvidos voltam os alarmes agitados
nas alvoradas que o estio não conheceu.
A novidade é preenchida de rotinas.
É bom estar de volta às casas donde somos.

Friday, September 21, 2007

Arriscar é: puxar

As nossas relações nunca nos deixam na mesma.
Por nada de especial assumimos papeis, posturas e linguagens diferentes.
Parece que uns puxam pelo “demónio” que há em nós
e junto de outros parecemos “anjinhos”.
O mesmo se passa com os que se aproximam de nós.
Vale a pena percebermos o que se passa nesta área.
E se acontece puxarmos por algo,
que seja pelo que há de melhor em nós e nos outros
com o magnetismo que têm as crianças.

Friday, September 14, 2007

Arriscar é: decorar

Temos a memória curta.
Curta para o que interessa.
Comprida para o que devíamos esquecer.
O bem que nos fizeram é rapidamente ignorado assim que o comportamento do outro molesta ou não corresponde ao nosso interesse.
Deste modo, se cometem injustiças muito grandes.
Há coisas do passado que foram feias e nós reconhecemos isso.
Algo que foi dito ou feito que magoou muito.
É certo que não é fácil esquecer, mas quando pegamos nisso para “chapar” na cara do outro, descemos ao mesmo nível que anteriormente criticamos.
Quando houver algo a lembrar ou a tornar presente seja bom e bonito.
Que fale da vida e das coisas que a acrescentam.
Guardemos no coração, decore, tudo o que vale para que ele seja como um tesouro cheio de coisas ricas e não só lixo.

Thursday, September 06, 2007

Arriscar é: setembrar

É Setembro!
E em cada Setembro por estas bandas tudo recomeça.
Há novidade para muitos…
Há coisas para contar…
Há o desejo do retorno às velhas rotinas…
Há uma pele mais bronzeada...
Há dúvidas e incertezas…
Há desafios novos…
Há propósitos…
…para o meu corpo,
para o meu intelecto
e para o meu espirito.

Arriscar é: perceber

Percebemos que tem futuro não quando tudo corre bem  mas quando nos chateamos mas não queremos ir embora.