!

!

Wednesday, September 01, 2010

Arriscar é: não idolatrar

É quase impossível amar e idolatrar ao mesmo tempo.
Curioso perceber que o próprio Jesus fugia de ser idolatrado
pois Ele veio para amar e ser amado.
Daí que Ele impedisse que o identificassem como o Filho de Deus,
mesmo os demónios.
A idolatria coloca quem o faz e quem o é em planos diferentes.
Assim, é dificil haver amor inteiro.
O que é idolatrado é nas suas dimensões boas e o que
idolatra, fálo em relação ao que é bom para si no outro.
A idolatria isola. Os idolos são muito solitários.
Só o amor é inteiro, debruça-se e envolve o todo do outro.