Friday, March 30, 2007

Arriscar é: avançar

Muitos e muitas vezes estamos tão autocentrados que não avançamos.
E quem anda sempre à roda de si mesmo não avança.
Está sempre no mesmo sítio.
Assim é quando tudo começa e acaba em si próprio.
Para se avançar é preciso ter uma meta definida.
Pode avançar-se muito ou pouco. Para fora e para dentro, mas buscando a plenitude.
E essa é absolutamente transcendente.
Se tivesse apenas a nossa medida seria pouco.

Contudo ela chama-nos a mais.
A superarmo-nos.

Começar é tarefa da nossa vontade
e tem que ter hora marcada, mas acabar
é algo que não podemos querer determinar ou decidir.
É do domínio do mais e do Além.

Arriscar é: perceber

Percebemos que tem futuro não quando tudo corre bem  mas quando nos chateamos mas não queremos ir embora.