Tuesday, November 10, 2009

Arriscar é: ano sacerdotal II

« Um padre deve ser simultaneamente pequeno e grande,
nobre de espírito, como que de sangue real,
simples e natural, como de origem camponesa...
Herói na conquista de si mesmo,
um homem que lutou com Deus,
uma fonte de santificação,
um pecador a quem Deus perdoou...
Senhor dos seus desejos,
servo dos tímidos e dos fracos,
que não se ajoelha diante dos poderosos,
mas que se curva diante dos pobres!
Discípulo do seu Senhor,
chefe do seu rebanho,
um mendigo com as mãos amplamente abertas,
portador de numerosos dons...
Um homem no campo de batalha,
uma mãe para confortar os doentes,
com a sabedoria da idade e a confiança de uma criança,
voltado para o alto,
mas com os pés bem assentes no chão...
Feito para a alegria,
mas perito no sofrimento,
afastado de toda a inveja,de vistas largas...
Que fala com franqueza,
um amigo da paz,
inimigo da preguiça,
fiel para sempre...
Tão diferente de mim! »

(Adaptado)

Arriscar é: perceber

Percebemos que tem futuro não quando tudo corre bem  mas quando nos chateamos mas não queremos ir embora.