Saturday, January 10, 2015

Arriscar é: nt 6

Bem que eu insistia: Arre burriquito, vamos a Belém...mas ele sempre que vê umas palhinhas pára, não para comer mas, para se inclinar reverente.
Quando me dirigia à Gruta de Belém encontrei o José que tinha ido fazer o recenseamento dele, da Maria e agora do Menino. Apesar de tudo não deixam de cumprir as suas obrigações sociais. Afinal a fidelidade começa nas coisas pequenas. Pelo caminho o zeloso esposo da Maria foi dizendo que toda esta história já tinha sido anunciada pelo profeta Miqueias (Miq 5, 2) para esta cidade que é também conhecida como de David.
O José descende deste rei de Israel.
Ao entrarmos na gruta vimos o Menino numas palhinhas deitado e envolto nuns paninhos tão brancos como a neve.
De facto, este quadro leva-nos a parar, adorantes, diante daquelas palhinhas douradas por Aquele ANJO!
Gloria tibi Domine!!!

Arriscar é: perceber

Percebemos que tem futuro não quando tudo corre bem  mas quando nos chateamos mas não queremos ir embora.